O mercado de automóveis e comerciais leves eletrificados no Brasil apresentou em 2021 o melhor resultado da série histórica da Associação Brasileira do Veículo Elétrico, com o recorde absoluto de 34.990 unidades vendidas.

Os números superaram todas as previsões da ABVE e representam um aumento de 77% sobre os 19.745 emplacamentos de 2020 e de 195% sobre os 11.858 de 2019.
No primeiro semestre do ano passado, a previsão era de 29 mil veículos de janeiro a dezembro; no segundo semestre, no máximo 33 mil.

DEZEMBRO

Só em dezembro, foram 4.545 eletrificados vendidos – o melhor mês da história da eletromobilidade no Brasil.

Ou seja: aumento de 29% sobre novembro de 2021 (3.505) e de 133% sobre dezembro de 2020 (1.949).

Os números se referem ao total de automóveis e comerciais leves híbridos (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e elétricos puros (BEV) emplacados de janeiro a dezembro de 2021.

Os dados foram compilados pela ABVE, a partir da planilha de emplacamentos do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores/Ministério da Infraestrutura).

AVANÇO

O presidente da ABVE, Adalberto Maluf, comemorou os resultados. Eles mostram a força do transporte elétrico no Brasil, apesar do ambiente regulatório pouco favorável.

“O brasileiro está claramente optando pelo veículo elétrico limpo, silencioso e sustentável. A eletromobilidade avança no país, em contraste com o mercado convencional de veículos a combustível fóssil”.

O vice-presidente de Veículos Leves da ABVE, Pedro Bentancourt, completou: “a eletromobilidade é uma realidade inexorável e irreversível – no Brasil no mundo”.

Com esses números, o Brasil chega a uma frota eletrificada total em circulação de 77.259 automóveis e comerciais leves (2012-2021).

DESTAQUES

O mercado continua sendo liderado pelos veículos elétricos híbridos flex a etanol (HEV), fabricados no Brasil pela Toyota, com 18.948 unidades, ou 54% do total.

O destaque é o Corolla Cross Híbrido Flex, que, mesmo lançado em março de 2021, alcançou em nove meses a liderança isolada das vendas de eletrificados (11.027).

Outro destaque foi o crescimento expressivo dos veículos 100% elétricos (BEV), que fecharam o ano com 2.851 unidades vendidas – mais do que o triplo de 2020 (801).

Esse total equivale a um aumento de 256% sobre os BEVs comercializados no ano anterior.

A participação (market share) dos BEVs no total de eletrificados dobrou em relação a 2020:

  • BEVs em 2021: 2.851 (janeiro/dezembro).
    8% do total de eletrificados do ano (34.990).
  • BEVs em 2020: 801.
    4% do total (19.745).
O automóvel 100% elétrico mais vendido no ano foi o Nissan Leaf Tekna (um hatch médio), com 439 unidades, quebrando a hegemonia dos veículos de alto luxo nas vendas de BEVs.

COMERCIAIS LEVES

Outra novidade é o crescimento dos comerciais leves 100% elétricos.

Entre os dez modelos de BEVs mais vendidos no ano, dois são furgões elétricos de transporte urbano de carga: BYD ET3 e Renault Kangoo.

Segundo o presidente da ABVE, os números confirmam a tendência de fortalecimento do segmento de prestação de serviços de transporte sustentável.

“Essa também é uma tendência irreversível, liderada pelos prefeitos de várias cidades brasileiras, preocupados com as emissões de poluentes, e pela agenda ESG (Environmental, Social and Corporate Governance), assumida por muitas empresas” – disse Adalberto Maluf.

Em 2021, esse segmento foi puxado pelo ET3 da BYD (124 emplacamentos) e pelo Renault Kangoo Max (120).

Mas viu também a entrada de empresas tradicionais, como a Peugeot (E Expert Cargo) e Peugeot/Citroën (E Jumpy Cargo), além de novatas, como as chinesas Jiayuan e Lvtong, com modelos intermediários entre veículos levíssimos e leves (superleves).

HÍBRIDOS

Apesar do avanço dos BEVs, os híbridos seguem firmes na liderança das vendas de eletrificados.

Dos 34.990 veículos emplacados no ano passado, 20.678 são elétricos híbridos (HEV) e 11.461 são elétricos híbridos plug-in (PHEV).

Por padrão de eletrificação, o mercado ficou assim distribuído:

  • HEV – Hybrid Electric Vehicle: 20.678 (59% do total).
  • PHEV – Plug-in Hybrid Electric Vehicle: 11.461 (33%).
  • BEV – Battery Electric Vehicle: 2.851 (8%).
  • TOTAL: 34.990
MAIS VENDIDOS

Estes são os eletrificados mais vendidos no Brasil em 2021 (janeiro/dezembro):

1-Toyota Corolla Cross (HEV): 11.027
2-Toyota Corolla Altis (HEV): 7.921
3-Volvo XC60 (PHEV): 3.366
4-Volvo XC40 (PHEV): 3.067
5-Volvo XC90 (PHEV): 982
6-BMW X3 XDrive 30E (PHEV): 836
7-BMW X5 XDrive 45E (PHEV): 812
8-Toyota RAV4H (HEV): 810
9-BMW 330E (PHEV): 579
10-Porsche Cayenne (PHEV): 554
11-Nissan Leaf Tekna (BEV): 439
12-Porsche Taycan (BEV): 379
13-Volvo XC40 Recharge PE (BEV): 375
14-Jaguar Range Rover (PHEV): 351
15-BMW Mini Cooper Electric (BEV): 313
16-BMW Mini Cooper Countryman ALL4  (PHEV): 262
17-Audi E Tron (BEV): 252
18-Toyota Lexus NX 300H (HEV): 207
19-BMW i3 BEV 120AH (BEV): 159
20-BMW 745 LE (PHEV): 154

Os dez BEVs mais vendidos no Brasil em 2021. Janeiro/dezembro de 2021.
Automóveis + Comerciais Leves.

1-Nissan Leaf Tekna: 439
2-Porsche Taycan: 379
3-Volvo XC40 Recharge: 375
4-BMW Mini Cooper Electric: 313
5-Audi E Tron: 252
6-BMW i3 BEV 120AH: 159
7-Fiat 500 E Icon: 146
8-GM Bolt: 132
9-BYD ET3: 124
10-Renault Kangoo: 120.

Evolução do mercado de BEVs no Brasil (unidades vendidas):

2010: 10
2011: 8
2012: 22
2013: 39
2014: 61
2015: 61
2016: 132
2017: 137
2018: 176
2019: 538
2020: 801
2021: 2.851

FONTE: ABVE/Renavam


FONTE: ABVE/ Renavam/Anfavea
Veículos eletrificados = Veículos Elétricos Híbridos (HEV) + Veículos Elétricos Híbridos Plug-in (PHEV) + Veículos Elétricos 100% a Bateria (BEV). Automóveis + Comerciais Leves (não inclui ônibus, caminhões e veículos elétricos levíssimos).