Notícia

16/10/2017

A medida surge confirmada na versão final do Orçamento do Estado para 2018, disponibilizando desta forma um valor de 2.250€ na forma do “incentivo à introdução no consumo de veículos de baixas emissões”, não havendo a necessidade de entregar nenhum veículo ‘velho’ para abate. Esta medida acabou por ter grande aceitação no seu primeiro ano, tendo em conta que o limite de 1.000 candidaturas disponíveis para este incentivo foi atingido ainda antes de outubro. A medida terá um custo de 2.3 milhões de euros, valor que será financiado pelo Fundo Ambiental, criado em meados de 2016, e que irá disponibilizar outros 2.3 milhões de euros para o plano do Estado de inclusão de “pelo menos, 200 veículos elétricos nos organismos da Administração Pública”. O objetivo do Governo, de acordo com o seu projeto ECO.mob, aprovado em 2015, é ter 1.200 elétricos no seu parque de viaturas até 2019. O Fundo Ambiental irá também propiciar o aumento das infraestruturas de carregamento para veículos elétricos, prevendo-se a instalação de um número em redor dos “250 pontos de carregamento em território nacional”, conforme pode ser lido na proposta do Orçamento do Estado. O plano de criação de novos pontos de carregamento e de conversão dos mais antigos em postos com maior capacidade terá continuidade, assim, ao longo do próximo ano.

Fonte - Motor24