Notícia

18/10/2017

A aquisição insere-se na estratégia de investimentos das Shell na área da mobilidade elétrica, em antecipação a uma mais do que previsível quebra da procura de petróleo e de combustíveis fósseis no futuro. De acordo com uma análise da agência Bloomberg, a mudança dos veículos com motor de combustão para elétricos reduzirá a procura diária de petróleo em cerca de 8 milhões de barris, em 2040. Esta semana, a Shell inaugurou o seu primeiro posto de carregamento rápido numa das estações de serviço no Reino Unido. Para já, o novo Shell Recharge service estará disponível em três locais em Londres, Surrey e Debrby, mas será alargada a sete novas localizações em Londres e Reading, até ao final do ano. O Reino Unido tem mais de 8 mil estações de serviço, mas o negócio está em crise e tem fechado ao ritmo de uma centena por ano. Com a crescente penetração de veículos elétricos e híbridos plug-in, o governo poderá vir a exigir que as grandes áreas de serviço nas autoestradas instalem postos de carregamento de baterias para veículos elétricos. Em Portugal, de acordo com informação no site da NewMotion, existe um posto localizado junto ao aeroporto de Lisboa e operado pela EV-Box.

Fonte - Auto Monitor